Canto da Galera

domingo, 27 de maio de 2012

Exercício - (Liguagem literária / Gêneros Literários


  1. Identifique quais dos termos destacados estão empregados em sentido conotativo.

a) A menina devia estar dormindo.
b) A locomotiva devia estar dormindo. (Aníbal Machado)
c) Saí murcho, apreensivo com o que me esperava em casa. (Marques Rebelo)
d) A flor já estava murcha.
e) Era a primeira vez que eu chorava na minha vida. (Lúcio Cardoso)
f) Os galhos da árvore ainda choravam a chuva da manhã.

2. Reconheça quais dos textos foram escritos em linguagem literária e quais em linguagem utilitária. A autoria e a fonte dos textos foram suprimidas propositadamente.

a) “O homem velho deixa vida e morte para trás
       Cabeça a prumo segue rumo e nunca, nunca mais
       O grande espelho que é o mundo ousaria refletir os seus sinais
       O homem velho é o rei dos animais.”

b) Autoridades culturais italianas estão tentando levantar fundos (com participação internacional) para desenterrar e recuperar os tesouros arqueológicos da cidade de Herculano, destruída com Pompéia pelo vulcão Vesúvio (sul de Nápoles).”

c) “Os sapatos ficam entre os pés e o chão, no que são como as palavras. As meias entre os pés e os sapatos, como os adjetivos. Os verbos, passos. Cadarços, laços. Os pés caminham lado a lado, calçados. Sapatos são calçados. Porque são e porque são usados. Palavras são pedaços. Os pés descalços caminham calados.”

d) “A rede de tricô era áspera entre os dedos, não íntima como quando a tricotara. A rede perdera o sentido e estar num bonde era um fio partido; não sabia o que fazer com as compras no colo. E como uma estranha música, o mundo recomeçava ao redor.”

3. Expresse com suas palavras o conceito de Literatura.


4. Identifique o gênero literário a que pertencem os seguintes fragmentos:


       1- Não faço versos de guerra,                                  2-Ó mar salgado, quanto do teu sal
               Não faço porque não sei.                                       São lágrimas de Portugal!
               Mas num torpedo-suicida.                                       Por te cruzamos, quantas mães choraram,
               Darei de bom grado a vida                                            Quantos filhos em vão rezaram!
               Na luta em que não lutei!                                               Para que fosses nosso, ó mar! (...)                                                                                                                                                                                                        
                                            (Manuel Bandeira)                                                                             (Fernando Pessoa
  

 5. O soneto é uma das formas poéticas mais tradicionais e difundidas nas literaturas ocidentais e expressa, quase sempre, conteúdo:

a) dramático
b) satírico
c) lírico
d) épico

   6. Leia o poema abaixo e responda às questões propostas:

Modinha

Tuas palavras antigas                                                           O mar, de língua sonora,
deixei-as todas, deixei-as,                                                      sabe o presente e o passado.
junto com as minhas cantigas,                                              Canta o que é meu, vai-se embora
   desenhadas nas areias.                                                           o  resto é pouco e apagado.
                                                                                                                         (Cecília Meireles)
Tantos sóis e tantas luas                                                      
brilharam sobre essas linhas,
das cantigas – que eram tuas-
das palavras – que eram minhas!
  
  Modinha é um termo que se aplica à canção popular, sentimental.
a) Qual é o assunto do poema?


  b) Observe os verbos e os pronomes empregados no poema. Em que pessoa estão? A quem  se referem então, os sentimentos e as emoções expressos no poema?


  c) Com base nas respostas anteriores, justifique por que o poema pertence ao gênero lírico?




Um comentário: